Menu

Motivação

a fotografia na minha vida

Fotografia como válvula, impulso e meio de desespero do vazio. Regenero e faço-me inteira e fragmentada para poder usurpar em mim. Fotografia como expurgação, aberrar e ser, então, vertigem. Pelos retratos nas solas dos meus instantes, fotografo e tento acariciar minhas explosões.

Solicite uma proposta
Ir para o topo